Cerca Elétrica

Sua função é de repelir uma possível invasão pelos muros da propriedade.

Não é nociva ao ser humano, por não possuir energia suficiente, pois seu choque é pulsativo, com efeito inibitivo, porém o contato com o corpo humano é de extremo desagrado.

O alarme dispara quando há um rompimento ou aterramento dos fios que constituem a rede de proteção do sistema. A voltagem é altíssima, na casa dos 8000 Volt e é acionada mediante fuga de corrente.

 

Tendo em vista que funciona através de pulsos elétricos (intervalo mínimo de um segundo entre cada descarga elétrica), sua amperagem vai quase à zero, não ocasionando, assim, mal a saúde.

O seu poder de dissuasão é grande, em razão do susto levado pelo invasor.

É uma forma de proteção bastante eficiente. O choque afugenta o intruso sem causar maiores danos e, se os fios forem cortados, o alarme será acionado.

Há dois tipos à disposição no mercado:

Cercas monitoradas: Permitem a sua integração com uma central de alarme, que poderá estar ligada ou não externamente com uma empresa de segurança eletrônica. Além disso, poderá, quando tocada, acionar alarmes, luzes etc.

Cercas não monitoradas: Possuem as mesmas características da anterior, porém não podem ser ligadas a uma central de alarme.

A cerca elétrica possui vários atrativos: baixo consumo de energia, maior resistência ao tempo, sendo um produto de total segurança, alta confiabilidade e baixo custo.

 

Solicite a visita de um representante para que ele possa realizar uma Análise de Risco de sua empresa.